Esse espaço é reservado para assuntos do nosso Jornal mensal.

Todo mês publicaremos aqui o que sai impresso no papel.
Última atualização: 13/10/2017


JORNAL RIOGASTRO - OUT 2017
EDITORIAL

 

DOENÇA DIVERTICULAR DO COLON

SEGUNDA PARTE

Mostramos na matéria anterior o papel fundamental tanto do uso de fibras para a vida, a saúde e para fazer a profilaxia da diverticulose do intestino. As fibras se dividem em dois grupos fundamentais: as terapêuticas e as alimentares representadas pelo conteúdo dos alimentos e pelas sementes. Enquanto as fibras terapêuticas absorvem líquidos, se expandem e são capazes de formar e manter a forma do colon doente ou espastico, as alimentares também que não são absorvidasvão formar o bolo fecal.
Logo, na prevenção da diverticulose em pessoas com uma vida muito ansiosa e que descarregam toda sua emoção no colon o uso dos 2 tipos se impõe e deve ser equilibrado nas quantidades, tipos e conteúdo pelo profissional de saúde.
Sabe-se que a Organização Mundial de Saúde recomenda que o ser humano consuma 25 gramas de fibra por dia e, portanto, é importante que conheçamos o teor desses 2 tipos de fibras.

FIBRAS TERAPEUTICAS

NOME                                           TEOR EM FIBRAS
TAMARINE FIBRAS                            5,0
REGULARE                                           4,5
FIBER MAIS                                          4,3
REGULARE SIX                                    4,0
PLANTA BEM                                       3,5
MUVINLAX                                           3,5
METAMUCIL                                        3,4

TEOR DE FIBRAS E CARBOIDRATOS DAS FIBRAS VEGETAIS
( SEMENTES)

NOME                               TEOR DE FIBRAS             TEOR DE CARBOIDRATOS LINHAÇA                              5,0                                      6,5%
QUINOA                                3,7                                      6,5
CHIA                                     4,1                                      11%
GRANOLA                            4,0                                      25%
AVEIA                                   5,0                                      30%
GERGELIM                           1,0                                      30%

As fibras terapêuticas e alimentares ideais devem ser as com maior teor de fibras e menor teor de carboidratos já que estes aumentam a fermentação intestinal.

Recomendação final: o uso de fibras é excelente, saudável, faz a profilaxia de varias doenças, mas não podem ser usadas indiscriminadamente, porque só pessoas que têm um tipo de prisão de ventre ou diverticulose da sigmoide é que podem ou devem usa-las sob orientação medica ou de nutricionistas.

HORTALIÇAS CAMPEÃES EM FIBRAS        FRUTAS CAMPEAS EM FIBRAS FIBRAS (EM 100G)                                             FIBRAS( EM 100G)
BATATA DOCE       3,90                                     COCO                      19,00
QUIABO                   3,60                                     AMEIXA PRETA    11,90 BROCOLIS               2,96                                    DAMASCO SECO    8,10
VAGEM                    2,54                                     LARANJA                3,40 BERINJELA             2,51                                     MAMÃO                   3,00 BETERRABA          2,24                                      MAÇÃ                      2,50

Como podem ver nos parece que esse material seja o mais completo e mais dirigido para o uso das fibras. Devemos selecionar e avaliar a importância fundamental das fibras na saúde, na prevenção de inúmeras doenças e na longevidade que só pode e deve ser chamada de O PODER DAS FIBRAS!

Deixaremos na matéria de Novembro a parte final desse palpitante assunto, A DIVERTICULOSE, que vai mostrar a sintomatologia, o diagnostico e o manejo terapêutico.

REF: Stürmer, Joselaine; COMIDA UM SANTO REMEDIO; Editora Vozes, Petrópolis, 2002 Varella, Drauzio e Sipahi, Aytan -DIVERTICULITE - Entrevista: http://drauziovarella.com.br/letras 2013 Penteado, J.F. Experiência pessoal.
J.F.Penteado

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ATUALIZAÇÃO

                       

  

Prof. J.F. Penteado